sábado, 28 de novembro de 2009

Ônibus do Palmeiras é atacado

A delegação do Palmeiras, que voltava de Itu no fim desta tarde de sábado, foi vítima de uma emboscada. O ônibus foi atacado por um grupo de 15 pessoas, na saída da Castelo Branco. Felizmente não houve feridos, mas por pouco uma pedra não acerta a cabeça do técnico Muricy Ramalho, que aproveitou para criticar algumas declarações de dirigentes.

"A pedra estourou bem no meu vidro, quase arranca a minha cabeça fora. Isso que dá dirigente ficar falando essas coisas e a imprensa divulgando. Só vão sossegar na hora em que matarem alguém", disse Muricy ao site do Globo Esporte.

Ficou bastante evidente que o técnico do Palmeiras se referiu ao presidente do clube, Luiz Gonzaga Belluzzo, que há poucos dias, numa festa da torcida organizada Mancha Alvi-Verde, gritou pelo menos duas vezes "Vamos matar os Bambis", e o vídeo circulou na internet. Veja abaixo:




E o Muricy tem toda razão em se manifestar. O presidente Belluzzo está passando dos limites. Isso só prova o quanto a gente se engana em relação às pessoas. Eu o considerava um cara totalmente diferenciado de todos os outros presidentes que já vi por aí. Muitos o rotularam como "técnico padrão", por ser um economista, inteligente, calmo, correto, íntegro. Mas ele provou ser desequilibrado, deixando o lado torcedor dominar suas emoções. Ou seja, não passa de mais um.

Perdeu a minha admiração, o meu respeito.

Para Toninho Cicílio, gerente de futebol do verdão, o ato de violência não partiu de torcedores do Palmeiras. "Eram cerca de quinze pessoas, nenhuma delas com camisa que identificasse time ou torcida. Mas tenho certeza que eles não eram palmeirenses. Joguei dez anos no Palmeiras, sou dirigente do clube há três e isso não é comportamento de nossa torcida", justificou.

O mais impressionante é saber que Cecílio tem como principal preocupação, neste momento, "blindar" sua torcida. Deixando de lado a possibilidade de tudo ter sido fruto de uma infelicidade absurda proferida da boca do presidente Belluzzo. Embora um erro não justifique o outro, o exemplo vem de cima. Se um presidente, com toda sua boa formação e educação, diz palavras que incitam a violência, o que esperar de um torcedor que muitas vezes nem sabe o que significa "educação"?

Vale pensar um pouco, senhores dirigentes.

6 comentários:

antavirus13 disse...

Larga de ser trouxa, tá na cara que os revoltados bambis fizem esta cilada, coisas de bambis mesmo, na surdina. Se fosse de alguma facção palmeirense, eles teriam ido de uniforme para os jogadores saberem.

E se ele perdeu seu respeito só pq se manifestou daquela forma numa quadra de torcida, então é pq seu respeito era pouco. O que importa é que só aumentou o respeito e predileção da torcida palmeirense, e isto é que nos importa...

Anônimo disse...

Fernandão,

Vc sabe o quanto eu torço pelo meuu verdão, mas vc tem toda razão. O Belluzzo anda passando dos limites mesmos. Isso é ruim para a imagem do nosso verdão!

Abs

MArco Tullyo

Fernando Richter disse...

Marcão,

Meu amigo,

Tudo bem?

Pois é. Infelizmente há pessoas que acreditam que isso é uma atitude bonita. Que o Belluzzo fez certo em incitar a violência contras os são-paulinos e contra o Simon.

E é como eu disse, "Embora um erro não justifique o outro, o exemplo vem de cima. Se um presidente, com toda sua boa formação e educação, diz palavras que incitam a violência, o que esperar de um torcedor que muitas vezes nem sabe o que significa 'educação'?"

Obrigado pelo seu comentário, sempre educado e coerente.

Marina disse...

Falou tudo, Fê.

Educação é algo para poucos num país sub-desenvolvido. É preciso mudar e conscientizar a cabeça da população e até de muitos dirigentes.

Parabéns, mais uma vez, pelo texto.

Anônimo disse...

Fernando,

Gostaria de deixar um comentário aqui, pois me chamou a atenção este post.Meu pai amante do futebol, sempre elogiou o Sr. Belluzzo,por ser uma pessoa culta, um intelectual, que todos os times deveriam ter um dirigente assim...mas esta imagem foi queimada pelo prório,com os últimos fatos...sabemos que o futebol esta ligado á emoção, mas Sr. Belluzzo,foi infeliz nestes comentários que cabem aos torcedores e não para um diregente...isto só fez mostrar que é apenas mais um que faz apologia a violência em campo, e estraga a grande festa do futebol brasileiro.
Deixo aqui minha indignação com a diretoria palmeirense.
Abraços,
Parabéns pelo blog.
Juju Sp.

Alberto disse...

O Palmeirense de verdade, que honra sua camisa e que não tem por hábito a ignorância em seu dia-a-dia, sabe o quanto Belluzzo foi infeliz. Sua punição no futebol é mais do que merecida!