sexta-feira, 30 de outubro de 2009

E o líder continua líder...

Quatro equipes poderiam assumir a liderança do Brasileirão nessa 32ª rodada, São Paulo, Internacional, Atlético-MG, ou o Palmeiras, assegurarando a posição.

A primeira partida foi na quarta-feira, entre São Paulo e Internacional. A equipe do Morumbi venceu o confronto direto e assumiu, momentaneamente, a primeira colocação do campeonato e, para não perder tal posição, teria de torcer para os tropeços de Palmeiras e Atlético-MG.

O Atlético só seria o líder se vencesse a partida e o Palmeiras perdesse seu jogo. Aconteceu o contrário. O Galo foi ao Maracanã e perdeu para o lanterna da competição, o Fluminense.

Enquanto isso, no Palestra Itália o Verdão, que precisava apenas de um empate para não perder sua colocação na tabela, atropelou o Goiás. Venceu por 4 a 0 e garantiu a liderança da competição.

Pois é, a promessa que Muricy fez aos torcedores alvi-verdes foi cumprida, embora não tenha feito um bom começo de jogo, mas um maravilhoso segundo tempo, com três gols do atacante Obina. Há quem diga por aí que ele é melhor que Eto'o. Exagero ou não, o que importa para a torcida palmeirense é que ele resolve nos momentos mais difíceis.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Quarta-feira especial

Era para ser apenas mais um jogo do São Paulo, embora a importância da partida não escondesse o nervosismo que a torcida São-paulina passava.

No caminho, o pouco transito já era motivo para dar certo frio na barriga. Normal para o que chamamos de "jogo dos seis pontos". O adversário foi a forte equipe do Internacional.

Com um ingresso sobrando, convidei um amigo santista, Wagner Belmonte, grande jornalista e bastante entendido, também, no assunto "futebol", para ir comigo ao Morumbi. Convite aceito.

Chegamos cedo no estádio, por volta das 20h20, e resolvemos dar uma passada nas cabines de rádio. Poderia ser tarefa fácil se estivessemos credenciados.

Para minha surpresa, Wagner conhecia todo mundo, desde os câmeras e os técnicos até os principais narradores e comentaristas de nome.

Foi dessa maneira que pude conversar com pessoas como Nilson César (Jovem Pan), e conhecer profissionais que tanto admiro, como Mauro Betting e Leandro Quesada (comentarista e repórter da Rádio Bandeirantes), Éder Luis e Márcio Bernardes (Transamérica), e claro, o pai da narração, José Silvério (Rádio Bandeirantes).

Dentro de campo, um jogo pra lá de emocionante que começou bastante equilibrado. Nos primeiros minutos, o Internacional começou uma forte pressão sobre os donos da casa. Logo em seguida, a equipe de Ricardo Gomes foi quem comandou o espetáculo e partiu para o ataque, chegando ao primeiro e único gol da partida, com Washington, no "apagar da luzes"do primeiro tempo.

O segundo tempo foi melhor. Com o resultado a favor, o São Paulo jogou no contra-ataque e por duas vezes o autor do gol tricolor perdeu a chance de se tornar o herói da partida. Aliás, esse rótulo ficou para o goleiro Bosco que salvou o Tricolor de uma virada colorada, embora já tivesse feito duas defesas decisivas no primeiro tempo quando o jogo estava empatado por 0x0.

Ao final da partida, em entrevista coletiva, o técnico Mário Sérgio disse que "essa foi a melhor partida do Internacional até o momento" e, segundo ele, "se nos próximos jogos a equipe continuar com essa mesma pegada, há grande chance do Inter ser campeão". Concordo com o técnico do time gaúcho.

Com essa importante vitória, o São Paulo assume a liderança, com 55 pontos, pelo menos até hoje, porque logo mais, às 21h, o Palmeiras, com 54, enfrenta o Goiás no Palestra Itália e, se empatar, volta a ser o líder. Além disso, se o Atlético-MG, com 53 pontos, conseguir passar pelo Fluminense, no Maracanã, o Tricolor Paulista cai para a terceira colocação.

Volto a dizer: Teremos emoções até a última rodada do Brasileirão.

domingo, 25 de outubro de 2009

Galo faz lição de casa e assegura a segunda posição

O Atlético-MG fez sua parte. Venceu a equipe do Vitória, por 1 a 0 - gol de Diego Tardelli - e assegura a segunda colocação da competição nacional. O líder é o Palmeiras, mas a equipe mineira conseguiu diminuir a vantagem para apenas um ponto.

Internacional e São Paulo podem encostar se vencerem suas partidas, o que garantirá um final de campeonato bastante disputado e sem favorito ao título, embora eu ainda acredite no Palmeiras, enquanto alguns comentaristas estejam apostando em Atlético ou Flamengo.

Vamos esperar! Repito: Será o melhor campeonato na história dos pontos corridos

sábado, 24 de outubro de 2009

Será que Celso Roth leva?

De acordo com o blog do Juca Kfouri, que, aliás, é bastante visitado, a galera está mudando de opinião em relação ao principal candidato ao título do Brasileirão. O detalhe é que o líder caiu para a quarta colocação.

Veja:

Com mais de 4200 respostas e ainda antes que o Galo entre em campo hoje, eis o resultado de nossa sondagem sobre quem será o campeão brasileiro de 2009:

Galo - 32%

Flamengo - 26%

São Paulo - 23%

Palmeiras - 13%

Inter - 6%

http://blogdojuca.blog.uol.com.br/



Brincadeiras na Internet

Na internet se vê de tudo, inclusive piadinhas desse tipo abaixo. Com o Palmeiras, a piada é sempre pelos quinze anos na fila do campeonato nacional. O São Paulo realmente não tem o que falar em termos de "Futebol". É o time que mais foi campeão no Brasil desde sua fundação, 1935, então o motivo de chacota é a brincadeira de "bambi", criado pelo ex-jogador do Corinthians, o Vampeta. Por falar em Corinthians, com eles a bricadeira é a falta de um título de Libertadores. Veja essa última que achei num blog esportivo: (Clique na imagem para ver em tamanho real)

A tabela vai mudar...


Grandes e importantes jogos marcarão a 31ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2009. Clássicos decisivos em São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, além de jogos que podem mudar a zona de rabaixamento.

Hoje (Sábado) serão dois jogos:

Náutico x Barueri
Atlético-MG x Vitória

O Náutico precisa desesperadamente vencer, além de torcer por um tropeço do Botafogo para pensar em reagir e deixar a zona de rebaixamento. O Barueri luta por vaga na Sul-Americana.

Em Minas, o Galo quer manter a vice-liderança e diminuir, para apenas 1 ponto, a diferença em relação ao primeiro colocado, o Palmeiras. Já o Vitória ainda sonha com uma vaga na Libertadores da América. Embora pareça impossível, matematicamente há chances.

No Domingo, sete jogos encerram a rodada:

Coritiba x Atlético-PR
Internacional x Grêmio
Santos x São Paulo
Goiás x Fluminense
Corinthians x Cruzeiro
Botafogo x Flamengo
Avaí x Sport

No Couto Pereira haverá um duelo direto na briga por vaga na Sul-Americana. Atualmente, Coritiba e Atlético-PR estão fora da zona de classificação para a competição. O jogo deverá ser bom.

No Sul o grande clássico Gre-Nal deve esquentar a rodada. O colorado, com 49 pontos, é o terceiro colocado e torce por tropeços de São Paulo e Atlético-MG para tentar a segunda colocação na tabela e diminuir para 2 pontos a distância para o Verdão. O Grêmio, em oitavo colocado, com 44 pontos, briga por vaga na Libertadores da América.

A Vila Belmiro deve ficar pequena para receber o clássico paulista entre Santos e São Paulo. O peixe não vive boa fase, mas ainda tem chances de conseguir uma vaguinha na Libertadores de 2010, embora isso esteja cada vez mais difícil de acontecer, até mesmo pela falta de equilíbrio da equipe praiana. Já o Tricolor Paulista segue na quarta posição, com 49, e precisa vencer para continuar na briga pelo título. Além de uma vitória, os tricolores devem secar o Inter e o Atlético-MG. Acredito que será um bom jogo. Vale lembrar que, independente do elenco, os santistas costumam aprontar para cima dos são-paulinos.

No Serra Dourada o Goiás recebe o último colocado, o Fluminense. A equipe pode chegar ao G-4, caso vença sua partida e São Paulo e Flamengo percam seus jogos. Já o Flu, precisa vencer e "rezar" para que o Sport perca seu jogo. Só assim deixaria a lanterna da competição. Para mim não tem mais jeito. O tricolor carioca já está na segundona.

O Corinthians terá a volta de Ronaldo que, mais uma vez, jogará contra a equipe que o revelou, o Cruzeiro. A partida será no pacaembu e acredito na força do Timão contra a Raposa, embora o Cruzeiro ocupe uma boa colocação na tabela (sétimo colocado, com 45 pontos).

Mais um clássico, agora no Rio de Janeiro. Botafogo e Flamengo se enfrentam no Engenhão. Claro que meu palpite vai para o Mengão, que vive uma ascensão fantástica nesta reta final de campeonato.

E, por último, o jogo entre Avaí e Sport. O desespero é mesmo por parte do Sport que vive uma fase terrível. Com apenas 28 pontos ocupa a penúltima colocação. Diferente do Avaí, que está numa situação confortável na tabela (décimo lugar).

São jogos de todos os tipos e para todos os gostos! E enquanto todos jogam, o Verdão seca seus adversários, já que jogou na quarta-feira contra o Santo André.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Acabou a gasolina?

Alguém sabe me dizer o que anda acontecendo com o Palmeiras? Porque eu, sinceramente, não sei. Aliás, nem grandes comentaristas esportivos conseguem decifrar o que mudou na equipe do Palmeiras nos últimos quatro jogos.

Na transmissão da Globo, ontem, durante a partida, um internauta fez a seguinte pergunta à equipe esportiva da emissora:

O que falta para o Palmeiras "deslanchar" na arrancada ao título?

Essa pergunta pegou todos de calça curta, inclusive o grande Casagrande, que respondeu, "eu, sinceramente não sei..."

A equipe de Muricy conquistou apenas 1 ponto, diante do Avaí, nos 12 que disputou. Um péssimo número para um líder de competição e que pretende conquistar o título mais importante do País.

Um empate com o Avaí já não foi um bom resultado, embora tenha sido o melhor nos últimos quatros confrontos do Verdão.

Perder para o Náutico é até aceitável mesmo porque o Palmeiras jogou com oito reservas,e ainda fora de casa. Mas perder por três gols, aí já é demais.

Depois recebeu o Flamengo no Parque Antértica, mas dessa vez completo. Perdeu novamente. Tudo bem, a equipe carioca está numa ascensão fantástica. E clássico não há favoritos.

Mas o futebol que jogou ontem contra o Santo André, um dos últimos da tabela, é "inaceitável", "imperdoável".

O Palmeiras não viu a cor da bola. Muito contrário do Ramalhão que lutou, embora seja uma equipe fraquíssima, o tempo todo.

Está mais do que visível que o técnico Muricy Ramalho não está conseguindo trabalhar o pscicológico da equipe e nem muito menos passar tranquilidade aos jogadores.

Sem contar a torcida que já está completamente preocupada e insatisfeita. A prova disse foi os gritos de "Jorginho, Jorginho" que todos escutaram após mais uma derrota do time.

Para piorar a situação, Cleiton Xavier, que se machucou ontem, deve ficar um mês fora da equipe. A bruxa está solta no Palestra.

Assim mesmo, ainda acho que o Palmeiras é o favorito. Está com o campeonato nas mãos. Ainda depende somente dele próprio. Basta saber se terá paciência e tranquilidade para voltar a fazer grandes partidas e encontrar o caminho das vitórias.

domingo, 18 de outubro de 2009

Embolou tudo

Se o Corinthians pensa em conquistar pela primeira vez na sua história a Libertadores da América, que disputará no ano que vem, muito coisa precisa ser revista. Não dá para contar apenas com a ajuda de Ronaldo que, quando não participa de algum jogo, a equipe fica totalmente sem referência.

Na partida de hoje contra o Sport, na Ilha do Retiro, o Timão levou um vareio de bola e perdeu por 2 a 0. É verdade que jogar contra equipes que estão na zona da degola é sempre muito complicado. Mas percebe-se que alguns jogadores estão fazendo certo corpo mole, como o próprio Mano Menezes andou falando dias atrás. desse jeito pode esquecer o tornei internacional.

No Palestra Itália aconteceu o que eu não esperava. O Flamengo veio a São Paulo e conseguiu uma vitória importantíssima sobre o Palmeiras, no qual colocou os cariocas na briga pela título, embora eu ainda ache que o título já tem um dono, o Verdão. O Palmeiras até ensaiou uma reação, quando o árbitro da partida marcou pênalti para os donos da casa, porém Vagner "Baggio" Love, encarnando a azurra, desperdiçou a cobrança para a equipe alviverde. Que feio.

No Rio de Janeiro o Fluminense estragou a festa do Internacional. A equipe Colorada saiu na frente e sofreu o gol de empate, mas no segundo tempo conseguiu ficar novamente na frente com o gol de Marquinhos, aos 20 minutos. A vitória levaria o Inter à segunda posição na competição, mas Gum, ao 41, empatou para o Flu e cortou o barato dos gaúchos.

A rodada poderia, mais uma vez, ter sido a favor do São Paulo. Isso se o Tricolor não tivesse perdido em casa, ontem, jogando contra o Atlético-MG (atual segundo colocado).

Está tudo embolado novamente (Veja a pontuação na tabela ao lado). Quem não entende muito de futebol chega a pensar que nem Palmeiras e nem São Paulo estão querendo o título nacional. É um tal de perder na reta final...

Clássico no Palestra

Daqui a pouco tem jogão de bola pela Campeonato Brasileiro de 2009.

O líder Palmeiras tem tudo para disparar na tabela nessa reta final da competição. A equipe comandada pelo competente técnico Muricy Ramalho recebe no Paletra Itália o Flamengo, que tem crescido bastante nas últimas rodadas.

As duas equipe jogarão completas e o duelo será entre Diego Souza (Palmeiras) e Adriano (Flamengo) que estiveram lado a lado jogando pela seleção brasileira, nos últimos dez dias.

Há quem diga que o Flamengo não aguentará a força do Verdão e que uma vitória sobre os paulistas seria um milagre, o que particularmente eu concordo. Claro que no futebol o gostoso é a surpresa que ele proporciona aos torcedores. Quando a gente pensa que uma equipe vai entrar e detonar, o contrário acontece.

Andrade, técnico do Flamengo, está fazendo um ótimo trabaho e disse que a meta á "chegar à Libertadores da América". A equipe carioca está na sexta colocação, com 45 pontos mas pode chegar a quinta colocação se vencer seu oponente nesta tarde de domingo, já que o Goiás perdeu ontem para o Avaí.

Por outro lado, se a equipe da casa levar os três pontos - o que acho mais provável - atingirá os 57 pontos na tabela e poderá abrir 8 de diferença em relação ao segundo colocado, o Atlético. Claro que isso só acontece se o Internacional perder para o Fluminense no Maracanã. Caso o Inter passe pelos cariocas, chegaria ao segundo lugar na tabela com 51 pontos, e a diferença para o líder Palmeiras seria de 7 pontos, faltando apenas 8 jogos.

Como já disse muitas vezes, dificilmente alguma equipe tira o título do Verdão. A disputa será mesmo para classificação à Libertadores do ano que vem.

Foto: www.globoesporte.com

Santos é Campeão da Libertadores de 2009

As "Sereias da Vila" acabam de conquistar a primeira edição feminina da Copa Santander Libertadores da América.

Com quase 15 mil torcedores presente na Vila Belmiro, o Santos venceu as meninas do Universidad de Assunción, do Paraguai, por 9 a 0.

Maurine, aos 13 minutos do primeiro tempo, abriu o placar depois de um ótimo cruzamento da Marta, a estrela do time santista.

O primeiro tempo terminou 2 a 0 para as brasileiras, mas a etapa complementar foi arrasadora. Foram mais 7 gols fora o baile.

As adversárias já não sabiam mais o que fazer e só restou rezar para que o jogo se encerrasse o quanto antes, assim o vexame seria menor.

Agora cá entre nós. Essas meninas - Marta, Cristiane e companhia - deveriam convidar o Kléber Pereira para participar de alguns treinos. Quem sabe o atacante da equipe masculina não aprende a finalizar e marcar gols. Se bem que eu acho que alí não tem muito jeito. O ideal seria trazer Marta para o futebol masculino e deixar o Kléber para limpar a chuteira dela.

Diz a imprensa chilena

Parece que está tudo certo para que o meia Valdívia retorne ao Palmeiras. Pelo menos é o que diz o jornal chileno "La Tercera". Segundo a publicação, Valdívia deve reforçar a equipe brasileira no primeiro semestre de 2009.

A ideia de voltar ao Verdão é para poder ter mais chances de participar da Copa do Mundo, já que o Palmeiras disputará a Taça Libertadores da América. Uma tremenda vitrini. Conselho de Marcelo Bielsa, técnico da seleção chilena.

Atualmente o jogador está no Al Ain, dos Emirados Árebes e a decisão de vir jogar novamente no Brasil lhe custará uma diferença salarial de US$ 1,2 milhão, durante o período inteiro que ficará na equipe do Palestra Itália.

Claro que será um troca de favores. Enquanto Valdívia terá o Palmeiras como uma forma de se promover na seleção de seu país, o Palmeiras contará com um grande reforço para o Paulista e principalmente para Libertadores, que tanto sonha em voltar a conquistar.

Torcemos para que a contratação dê certo e que a notícia seja verdadeira, mesmo porque é sempre muito bom ver um craque jogando no Brasil.

sábado, 17 de outubro de 2009

Vexame no Morumbi


O São Paulo perdeu para o Atlético-MG dentro de casa, jogando um terrível futebol e possívelmente dá adeus ao título. A torcida, em bom número - mais de 25 mil -, deixa o estádio bastante desanimada

Logo no primeiro minuto de hoje - isso mesmo, no primeiro minuto - Ricardinho bateu uma falta na linha de fundo pelo lado direito e a bola passou pelos três zagueiros do São Paulo, que pareciam estar caçando moscas, e caiu no pé de Diego Tardelli que, sozinho, rolou para dentro do gol, sem nenhuma dificuldade. 1 a 0 para o Galo.

Às vezes é bom tomar um golzinho no comecinho da partida para acordar, principalmente se tratando do São Paulo que costuma começar suas partidas sempre muito apagado.

E foi dessa forma que o Tricolor conseguiu fazer um bom primeiro tempo, atacando bastante e pressionando a equipe visitante. Com duas bolas na trave, sendo uma delas com o Washington, a equipe comandada pelo técnico Ricardo Gomes mostrava-se superior e que daria trabalho no segundo tempo. Pelo menos assim pensavam os torcedores que estavam no Morumbi. Eu era um deles. Obviamente nos enganamos.

Por não conseguir, sequer, dominar uma bola no campo de ataque, Washington foi substituído no intervalo por Borges. A ideia do técnico são-paulino era fazer com que as bolas que estavam chegando no ataque tricolor se convertessem em gols, já que o camisa 9 não fez esse trabalho no primeiro tempo.

Mas eu pude presenciar ao vivo o pior jogo do São Paulo dentro do Morumbi, no ano de 2009. O segundo tempo foi a coisa mais terrível que um torcedor que vai ao estádio, num sábado com chuva, pode assistir.

A equipe do Galo não fez nenhum chuta a gol durante a partida inteira. Não porque tenha jogado mal, mas porque conseguiu impor um esquema de marcação que neutralizou o time do São Paulo e apenas administrou a partida.

Márcio Araujo e Ricardinho, ambos do Galo, foram na minha opinião os melhores em campo.

Com a vitória, o Atlético toma o lugar do São Paulo, assumindo a segunda colocação da competição, com 50 pontos. O que aumenta a esperança do torcedor atleticano de conquistar o título nacional. Se bem que não consigo confiar numa equipe comandada por Celso Roth.

Para o São Paulo, que se mantém com 49 pontos, o título já era! Vai precisar lutar bastante para manter-se no G-4 e garantir uma vaga na Libertadores do ano que vem.

Amanhã as primeiras colocações da tabela podem sofrer outra alteração. O Palmeiras joga em casa contra o Flamengo e mesmo se perder continua na liderança da comptição. Mas se o Internacional, que joga contra o Fluminense, no Maracanã, vencer, assume a segunda colocação e poe o São Paulo na quarta posição.

Só falta o Verdão retribuir, mais uma vez, a ajuda do São Paulo...
Não, acho que dessa vez não. Seria demais, né?

Foto: www.globoesporte.com

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

E foi nos pênaltis...

...Que a Seleção Brasileira tomou uma "borrachada" - como diz um amigão, Wagner Belmonte - da seleção de Gana, pelo Mundial Sub-20.

A verdade é que só deu Brasil o jogo todo, mas infelizmente não era dia da seleção canarinha. Nada dava certo.

Maicon, que havia sido a salvação contra a seleção da Alemanha, mal conseguiu tocar na bola e, quando tocou, desperdiçou o que poderia ser o gol do título.

Obviamente não foi o único a não ter uma boa atuação. Muito se apostou no jovem talento do Vasco, Alex Teixeira, que não conseguiu render o seu futebol e acabou sendo a decepção da equipe, principalmente pelos gols perdidos.

Aliás, Não gosto quando a imprensa começa com a fazer "oba-oba" em cima de um determinado jogador. Assisti à partida pelo canal SporTV, que pertence às organizações Globo, e um certo repórter - cujo nome não me recordo - estava na casa da família do jogador Alex. Não foi apenas uma, mas várias vezes em que o repórter disse: "A família fez um bolo, mas ele está intacto e só será cortado após o título", ou seja, então só daqui quatro anos.

Não que isso tenha sido o fator que definiu o resultado da partida. Jamais. Apenas acho que não cabe ao repórter, no ar, agir como torcedor. Não é isso que se aprende nas escolas de jornalismo do mundo inteiro. E tem mais. Ser patriota é uma coisa, ser "pé-frio" é totalmente outra.

Dentro de campo, o único que fez sua parte foi o goleiro Rafael, que defendeu dois pênaltis, embora tenha se adiantado nos dois. Aliás, não só adiantou como pulou para frente absurdamente. Não tenho nenhuma dúvida de que, se fosse com Rogério Ceni, o árbitro voltaria mesmo que ele ficasse parado feito uma estátua. Mas esse é outro assunto.

O problema foi que, depois das duas boas defesa do goleirão brasileiro, Souza, Maicon e Alex Teixeira, também erraram suas cobranças e, assim, decretando a derrota do Brasil.

Vem ou não vem?




O São Paulo pretende se reforçar fortemente para jogar a Libertadores da América do ano que vem, embora ainda não esteja classificado. Segundo o portal de notícias esportivas Globoesporte.com, jogadores como o lateral direito Cicinho, o meia Carlinhos Paraíba e os atacantes Fernandinho, Rafael Sóbis e Marcelinho Paraíba estão na mira da diretoria São-paulina.

Obviamente, “onde há fumaça, há fogo”, mas o fato é que todos os jogadores citados estão com contratos vigentes em seus respectivos clubes e não é muito do perfil da diretoria Tricolor negociar com jogador empregado. Por isso as negociações estariam sendo feitas em sigilo.

Fernandinho, jogador do Barueri, já acertou um acordo com o clube paulista, mas ainda falta resolver alguns detalhes com a empresa que detém 60% dos direitos do jogador. Claro que deve ser nome garantido para a equipe do Morumbi na próxima temporada. O que particularmente acho muito bom. Fernandinho tem se destacado a cada partida do Brasileirão e, na minha opinião, é um dos melhores da competição na posição.

Marcelinho Paraíba (ex-São Paulo) está com um pé dentro do clube. As negociações caminham de forma positiva e possivelmente o atacante vestirá a camisa Tricolor. Será outro grande reforço em especial pela fase que vive no Coritiba. Ele leva aquele modesto time nas costas.

Depois que Danilo deixou o São Paulo para jogar no futebol japonês, um buraco se abriu no meio de campo do clube e até hoje o problema não foi solucionado. Muito se tentou com Souza, Jorge Wagner, Arouca e outros improvisos, inclusive com Hernanes – que rende mesmo como volante -, mas ninguém deu certo. A equipe carece de um meia ofensivo e principalmente, armador. Talvez Carlinhos Bala pudesse render na posição. Ele é rápido e tem ótima visão de jogo. Poderia dar certo.
O problema é que nada está garantido. Até o momento não passou de proposta. O São Paulo ofertou e Carlinhos mostrou-se interessado. Espero que o processo ande e a contratação se concretize.

Já Rafael Sóbis, que atualmente joga no Al Jazira, dos Emirados Árabes, seria uma ótima opção para o lugar de Borges que possivelmente deixará o Morumbi, já que o jogador anda “chateado” por não ser o titular absoluto de Ricardo Gomes. Sóbis faria uma boa dupla de ataque com Dagoberto. Já houve conversas com o jogador, mas ainda não passa disso. Sinceramente não acredito que a contratação possa se concretizar.

Os contatos do São Paulo com Cicinho começaram nesta semana. Sem dúvida, se Cicinho voltasse a vestir a camisa Tricolor – jogou pelo clube entre 2004 e 2005 – teria lugar garantido na equipe. Mas o Barcelona pode ser o “estraga prazer” do São Paulo. O clube espanhol está de olho no jogador que, atualmente, pertence ao endividado Roma, da Itália, que deverá vender atletas para melhorar os cofres do clube.

São jogadores que deixariam o São Paulo muito forte e até mesmo como uns dos candidatos ao título da Libertadores do ano que vem. O que me estranha muito é saber que o Tricolor, que não tem características de contratar “medalhões”, esteja buscando esses jogadores. Geralmente o clube procura investir em atletas da base ou até mesmo de jogadores que se destacaram em outras equipes, mas que ainda não tenham tanto “nome”.

O jeito é esperar e ver no que vai dar.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Pronto para disparar


O futebol não pára nesse feriadão. E por falar nisso, hoje o Coritiba completa 100 anos de história. Parabéns ao Coxa.

Mas o destaque fica para a partida entre Náutico e Palmeiras que se enfrentarão no estádio dos Aflitos.

Tenho visto muita gente dizer que o Verdão deve passar fácil pelo Timbu. Não concordo e digo o contrário. Jogar contra equipes que estão nas últimas posições sempre é muito complicado e principalmente se tratando do Náutico.

Costumo dizer que o Estádio dos Aflitos favorece quem realmente está aflito. Foi assim na partida contra o São Paulo que estava com dois jogadores a menos e desesperadamente precisava de uma vitória. Conseguiu, nos minutos finais, quando Hugo fez o segundo para o Tricolor.

Na partida de hoje, se o Verdão vencer, São Paulo, Inter e Atlético-MG podem dar adeus ao título, pois sua vantagem sobre o segundo colocado chegará a 8 pontos de diferença. Se bem que, independente de hoje, na minha opinião nada tira o título da equipe palestrina. Será o quarto título consecutivo do técnico Muricy Ramalho.

Aí faço uma pergunta: Será que o Tricolor agiu corretamente em mandar embora o técnico mais vezes campeão do Brasileirão?

domingo, 11 de outubro de 2009

Parabéns Bruno Prado


Gostaria de prestar minha homenagem ao amigo Bruno Prado - comentarista da RedeTV e da rádio 105FM - que casou ontem com a simpática Lídia.

O casamento foi muito bonito, emocionante e a festa maravilhosa!

Parabéns a vocês. Que Deus ilumine e abençoe essa união.

sábado, 10 de outubro de 2009

Retribuindo a gentileza


Que engraçado! anda tendo uma troca de gentilezas entre Palmeiras e São Paulo. Parece até que ambas as equipes estão querendo dar o título de presente um para o outro. Digo isso porque no decorrer do campeonato houve algumas situações em que o Palmeiras havia perdido e bastava o São Paulo vencer para assumir a liderança da competição, mas inacreditavelmente a equipe do Morumbi fracassou contra times considerados pequenos.

Dessa vez foi o contrário. O Tricolor jogou na quarta-feira contra a equipe do Coritiba. os donos da casa até foram superiores e sairam na frente com um golaço de Hernanes, ainda no primeiro tempo, mas o Coritiba virou com um gol olímpico de Marcelinho Paraiba. Aliás, que belo gol do ex-sãopaulino. No finalzinho, a equipe comandada por Ricardo Gomes chegou ao gol de empate. E ficou nisso, embora tenha chegado muito perto de marcar o terceiro. Ou seja, um resultado péssimo para uma equipe que jogou dentro de casa e que briga pelo título.

No dia seguinte o Verdão recebeu no Palestra Itália o Avaí. Precisava ganhar para disparar sete pontos de diferença em relação ao seu rival São Paulo. A torcida palmeirense, eufórica com o péssimo resultado do Tricolor, foi ao estádio pronta para aumentar a confiança de que o título "é apenas uma questão de tempo", como diz um amigo fanático pelo clube alviverde.

Mas não é a toa que o Avaí é considerado, nesse campeonato, a revelação de 2009. Ainda no primeiro tempo os catarinenses abriram 2 a 0 em cima dos anfitriões. Quem diria? Se não fosse o atacante Vagner Love que, no finalzinho da etapa complementar, diminuiu para o Verdão, talvez o resultado final teria sido outro.

O segundo tempo começou com o Palmeiras 100% no ataque e não deixando o Avaí sequer respirar. Mas claro, toda equipe que muito corre e não consegue chegar ao gol, cansa, e assim foi, com o Avaí partindo para o contra-ataque, no qual quase ampliou o resultado.

A verdade é que o Palmeiras está com o que chamamos de "sorte de campeão". E chegou ao empate com um gol do oportunista Robert.

A partida terminou em 2 a 2. Que engraçado, o mesmo resultado que o rival São Paulo, no dia anterior. Ou seja, o resultado do Verdão também foi péssimo, mas parece que foi a vez da equipe palestrina retribuir a solidariedade.

Obviamente que mesmo com esse tropeço o Verdão é líder absoluto e o principal candidato ao título. Aliás, na minha opinião, ninguém tira do Palmeiras a Taça do Brasileirão 2009.

Mas que a coincidência é engraçada, isso ninguém pode negar.

FOTO: Revista Placar - Montagem: Sérgio Quintella

Milan, quem salvará?


Por Breno Benedito

Existe um velho ditado que “Roma não se fez em um dia”. É nesse ditado que a equipe do Milan está se apoiando. O seu patrão, e primeiro ministro da Itália, Silvio Berlusconi pode vender o clube italiano para cobrir a sua divida, porém nega veemente que vai colocar a leilão. Entretanto, já definiu um valor aceitável para quem quiser levar o clube. São 700 milhões de Euros, cerca de R$ 1,8 bilhão.

A situação é bastante complicada. O grupo que ele preside, a Fininvest, foi condenado pelo tribunal civil a pagar uma indenização, para o conglomerado CIR pela compra da editora Mendadori, em torno de 750 milhões de Euros, cerca de R$ 1,9 bilhão, segundo o jornal italiano Gazzetta dello Sport. O grupo de Berlusconi fechou o ano de 2008 com superdefict de 241,7 milhões, cerca de 621 milhões. No entanto, com a condenação o primeiro ministro terá que achar recursos financeiros para sanar a divida e nem o dinheiro da venda do meia Kaká ao Real Madri consegue salvar.

Segundo o jornal italiano, a venda do clube mais tradicional do país já saiu da questão familiar e está na mesa dos diretores da empresa Finivest. Com tudo, isso Silvio ainda reluta em vender. Há na mesa duas ofertas: uma de um Libanês, Rezart Taci, e do um grupo dos Emirados Árabes.

Se fora das quatro linhas o problema é mais do que sério, dentro se pode dizer o mesmo. Desde quando a equipe voltou da punição a levou o time à Série B, o rubro negro italiano não tem conseguido corresponder e Ronaldinho Gaucho, que foi contrato na metade do ano passado para formar dupla com Kaká – que agora está no Real –, não vem fazendo um bom papel. Ronaldinho, que deixou o Barcelona por 25 milhões de Euros, cerca de R$ 63 milhões de reais, ainda não mostrou o seu futebol que o levou a ser o melhor do mundo.

Para piorar ainda mais, o técnico Leonardo não vem agradando como treinador e já surgiram boatos de que ele pode sair do comando da equipe o quanto antes. Porém, ele disse que não vai pedir demissão e que ira cumprir o seu contrato até o final. Em nove jogos foram três vitórias; três derrotas e três empates. No campeonato italiano a situação fica pior. Até agora, em sete rodadas, só somou nove pontos e está na 12º colocação.

A média de idade também preocupa já que a grande maioria tem mais de trinta anos como Seedorf, Pirlo e Inzagh. Em soma, o elenco tem uma média de 29,2 anos. E dos 11 em campos que enfrentou o Atalanta apenas quatro ainda são jovens: Flamili; Abate; Huntelaar e Pato. Ou seja, todo o discurso de remodelar para abaixar a idade dos atletas ficou só na promessa.

domingo, 4 de outubro de 2009

Sabadão Atleticano


Neste sábado a noite foi dos Atléticos, mineiro e paranaense, que jogaram pela 27ª rodada do Brasileirão e conseguiram vitórias importantes para seguir em boas condições na comeptição.

No Mineirão, Atlético-MG enfrentou o Barueri e venceu tranquilamente a partida por 2 a 1. O Barueri até poderia ter dado trabalho ou até mesmo mudado a história do jogo se o veterano Basílio - sim, aquele Basílio que jogou no Palmeiras, dentre outros grandes clubes que passou - tivesse perdido um pênalti, quando a partida ainda estava equilibrada, embora já com o placar de 1 a 0 para os donos da casa. com o resultado o Galo vai a 47 pontos e assume a 3ª colocação na tabela, enquanto o Barueri permanece na 11ª, com 36 pontos.

Mas bonito mesmo fez o outro Atlético, o paranaense, que foi ao Pacaembu encarar o Corinthians e roubou a cena de Ronaldo, Dentinho, Defederico, Edino e companhia. A Fiel compareceu em peso - quase 27 mil torcedores - para assistir um show dos jogoadores corinthianos, mas presenciaram um Atlético muito forte na marcação, rapido nos contra-ataques e objetivo nas finalizações.

Sem contar a lambança do golerinho Felipe. Ahhh, Felipe! Por sinal, hoje foi o dia dos frangos. Pela Seleção brasileira Sub-20 o goleiro Rafael engoliu um "peruzinho" muito parecido com o de Felipe.

Sabe o que é isso? Excesso de confiança e falta de humildade. Não digo do Rafael porque nem o conheço. Já o nosso amiguinho Felipe...

Veja os gols da partida no Pacaembu:

video

Com essa vitória o Furacão vai a 34 pontos, mantendo a 14ª posição. Para o Timão a situação não é boa, já que mano Menezes andou falando nos últimos dias que o título ainda era possível. Acho que agora complicou de vez. A equipe do Parque São Jorge permanece com seus 38 pontos e mantém a 9ª posição na tabela, mas Avaí, Cruzeiro e Santos jogam hoje e, se vencerem suas partidas, poderão ultrapassar o Timão.

Acho que o Corinthians já pode dar adeus ao terceiro título no ano.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Parabéns Rio. Em 2016, as Olimpíadas é no Brasil




Foi emocionante o momento em que o Rio de Janeiro foi anunciado como sede das Olimpíadas de 2016.

Após duas tentativas, a "Cidade Maravilhosa" conseguiu ser a primeira da América do Sul a sediar uma Olimpíada.

A disputa estava entre Tóquio (Japão), Chicago (Estados Unidos), Madri (Espanha) e Rio de janeiro (Brasil). Claro que muitos, como eu, acreditavam que Chicago seria, no mínimo, finalista. Mas nos enganamos. A grande Disputa ficou entre Rio e Madri, no qual merecidamente deu Rio.

O suspense durou dez horas, mas valeu a pena. No Rio, para esperar a decisão dos jurados, um palco foi montado na praia de Copacabana onde grandes cantores fizeram um show em comemoração. Parecia até que todos já sabiam. Isso é a fé do brasileiro.

Vivemos um bom momento no País.

Vale a pena rever o momento da maravilhosa notícia do dia:


video

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Vitória inesperada


O São Paulo venceu há pouco a equipe do Náutico, por 2 a 1, no estádio dos Aflitos. Mas quem realmente se sentiu "aflito" foi a torcida São-paulina.

O resultado foi mais do que ótimo para o Tricolor, pois chegou ao gol da vitória no momento em que se conseguisse apenas sair de lá com o empate já estaria de bom tamanho.

Digo isso porque a equipe de Ricardo Gomes passou grande parte do jogo com um jogador a menos e, depois dos 28 minutos do segundo tempo, ficou com 2 a menos. Júnior César e Richarlison foram expulsos da partida. As expulsões foram corretas, apesar de uma arbitragem muito fraca. Na minha opinião.

Ainda no primeiro tempo, Júnior César cometeu um pênalti claríssimo, e por isso levou seu primeiro cartão amarelo. Na cobrança, Bruno Mineiro bateu mal e Bosco praticou a defesa. Aliás, o goleiro São-paulino foi o homem da partida.

Minutos depois, em boa jogada da equipe anfitriã, Bruno teve sua segunda chance quando, após boa defesa de Bosco, o jogador Timbú abriu o placar para a equipe da casa.

No segundo tempo o São Paulo voltou com muita força e Hernanes, em bola parada, mandou um "foguete" ao gol adversário. A bola desviou na barreira e matou o goleiro Gledson. 1 a 1.

Daí para frente foi pressão da equipe tricolor. Mas o Náutico aproveitava para chegar com perigo nos contra-ataques. Nessa altura da partida, Júnior César reclamou de uma falta, tomou o segundo cartão amarelo e acabou expulso do jogo.

Ao 28 minutos, Richarlyson fez uma falta completamente "imbecil" e foi expulso. Aliás, ele vive fazendo esse tipo de coisa. O grande problema dele é quando ele pensa que é craque e sai querendo driblar todo mundo, ou quando pensa que é um "trator" e sai batando até na mãe.

Sem dois jogadores, a tendência seria uma pressão do Timbu, mas o São Paulo não deixou de ir para o ataque. Ricardo Gomes colocou Rodrigo para compor a zaga são-paulina e, numa boa jogada tricolor, Hugo faz o segundo gol para o São Paulo.

Que maravilhoso segundo tempo do São Paulo. Digno de uma equipe que quer o caneco.

Essa vitória foi importantíssima para continuar na briga pela título da competição nacional. E como disse o Hugo após o fim do jogo, " o Palmeiras que se cuide".