domingo, 28 de março de 2010

O "fator sorte" faz parte

Sem dúvida um dos melhores jogos da competição até o momento, assim como aquela partida entre Santos e Palmeiras. No primeiro tempo só deu a cor alvinegra. No segundo tempo, as cores vermelha, branca e preta dominaram a partida e realçaram o espetáculo. O mandante abriu 3 a 1, mas os visitantes empataram depois de melhorar o toque de bola. O gol de misericórdia dos anfitrões saiu nos acréscimos da partida.

Assim foi o clássico de hoje entre Corinthians e São Paulo, num Pacaembu ensurdecedor, no qual o timão venceu por 4 a 3 e voltou ao grupo dos quatro melhores, um ponto atrás do terceiro colocado, o próprio tricolor.

O Corinthians jogou um futebol espetacular, com bom toque de bola, com muita raça, aproveitando as oportunidades e contando também com uma falha do principal jogador tricolor, o capitão Rogério Ceni.

Mas que fique muito claro que, no gol de Roberto Carlos, de falta, foi apenas uma falha do arqueiro são-paulino e não um frango como escutei e li alguns comentários por aí. Para quem não sabe o que é jogar nessa posição, o campo estava molhado e a bola fez uma curva forte que, ao encostar no gramado, pegou uma velocidade fora do normal, dificultando para Ceni.

Onde Ceni errou? Primeiro no posicionamento da barreira que descobriu o canto direito do gol tricolor. Segundo que Ceni acreditou que a bola tomasse outro rumo, e goleiro não pode "achar", tem de ter convicção.

De qualquer forma o goleiro corintiano Rafael errou em dois lances: Nos dois gols de Rodrigo Souto que levaram o São Paulo ao empate. Mas por se tratar do goleiro do Corinthians, ninguém comentou nada a respeito. Isso é normal.

Nessa altura colorosa da partida, 3 a 3, o São Paulo era superior e dominava o jogo, até que entrou em campo um 12º jogador do timão, desestabilizando devez o tricolor do Morumbi. E não estou me referindo à torcida, mas sim do "fator sorte".

Quase 48 minutos do segundo tempo, Iarley, que acabara de entrar em campo, cruzou a bola para dentro da área do São Paulo e Alex Silva, o zagueiro tricolor, escorou de cabeça para dentro do gol. Sim, um gol contra que legitimou o tabu de mais de três anos do Corinthians sobre o São Paulo.

BATATA ASSANDO - Ricardo Gomes deve estar balançando no cargo de treinador do clube do Morumbi. Neste campeonato paulista conseguiu perder para Portuguesa, Palmeiras, Santos e Corinthians, ou seja, todos os clássicos. Não conseguiu estabelecer um esquema tático mais ofensivo. A equipe está lenta, com muitos volantes, sem brilho, opaca, sem vontade. E isso depende muito da mão do treinador. Uma prova clara disso é o próprio Corinthians, com Mano Menezes, que vibra 90 minutos de jogo.

Acho bom o Muricy já começar a se aquecer, limpara chuteira, o apito, preparar a prancheta, lavar sua camisa do São Paulo guardada na gaveta desde que foi mandado embora, porque sinto cheiro de substituição no ar. Seria sem dúvida a melhor mudança da equipe na temporada.

FOTO Corinthians: GloboEsporte.com
FOTO Muricy: Fester Blog

13 comentários:

WAGNER BELMONTE disse...

Se vocês querem chorar, reclamem a injusta expulsão do cracaço Washington. Se os corintianos quiserem revidar, poderão reivindicar um pênalti não marcado no segundo tempo. O fato é que o São Paulo até agora amarelou geral nos jogos mais importantes. Em clássicos, o desempenho é o seguinte:
3x1 Portuguesa;
2x1 Santos;
2x0 Palmeiras;
4x3 Corinthians.
Os mais otimistas falarão que, apesar das quatro derrotas, o São Paulo marcou cinco gols em clássicos e que as derrotas foram circunstanciais. O que se viu no Pacaembu foi um time jogando com vontade e outro jogando com apatia. E o Mano Menezes, apesar da vitória, cometeu a heresia de tirar Elias de campo. O São Paulo não precisa de adversários atualmente. A própria torcida é o maior adversário que o São Paulo tem.
No ano passado, falou-se que o São Paulo não perde dois jogos seguidos, na época em que enfrentaria Botafogo e Goiás. Depois da derrota para o Botafogo, esse coro ficou maior. Deu no que deu. Nem o vice, que era tão possível, vocês conseguiram.
Eu, como não sou sãopaulino, torço para duas coisas:
1. para que o técnico Ricardo Gomes fique muito saudável e seja prestigiado.
2. Para que esse ex-goleiro, cujos capangas agridem adversários, permaneça no gol do São Paulo por muitos e muitos anos.
A vitória do Corinthians foi merecidíssima. Brio, garra, vontade... Do São Paulo restou apatia.

Fernando Richter disse...

Grande amigo belmonte,

Acima de qualquer coisa, você é meu amigo e respeito muito sua opinião, embora ela seha irônica e com uma pontinha enorme de inveja do São Paulo.

Realmente, para a equipe do Corinthians não faltou vontade e garra. Isso é verdade. Mas me parece que você não assistiu o jogo.

O segundo tempo o SPFC foi superior ao Corinthians e chegou ao empate com méritos próprios em boas jogadas. Teve, inclusive, duas chances de marcar o quarto gol, ainda em tempo normal. Não aconteceu.

Rogério Ceni, apesar da falha, fez ótimas defesas e é um dos melhores goleiros do Brasil, sem nenhuma dúvida.

Não houve capangas agredindo torcedor, mas sim um torcedor do Corinthians que ameaçou dar um soco em Ceni depois de pedir uma foto. Foi um mal entendido mas ninguém se machucou e nem B.O. será feito pelo camisa 1 do SPFC.

Se é para falar de merecimento, acredito que o empate seria o melhor resultado para essa partida. Foi um jogaço de bola definido por um detalhe minúsculo.

Mas, como você sabe, principalmente por torcer pelo santos, que sorte conta muito numa partida. Numa infelicidade, numa cabeçada que ninguém erra, num último minuto de acréscimo, Alex Silva fez gol contra e deu a vitória ao Corinthians. Acontece, meu amigo. Faz parte do jogo.E isso que é gostoso quando se trata de "disputa".

O que lamento profundamente é saber o quanto uma equipe grande incomoda tanto os outros. A gente percebe ódio no coração das pessoas. Isso é triste. Mas enfim...

O São Paulo, que é o maior campeão do Brasil, criou muitos inimigos no futebol devido às suas conquistas, principalmente internacionais.

Mas aposto que o torcedor tricolor já sabe como lidar com isso, afinal, time grande também passa por má fase.Aliás, o que seria do verde se todos preferissem o amarelo?

Realmente não venceu nenhum clássico, e corre o risco de ter o segundo ano sem vencer nada, mas a grande verdade é que vai demorar muito para uma equipe repetir o feito dessa equipe maravilhosa. (três vezes campeão brasileiro seguidas, somendo 6 títulos na galeria do clube).

Parabéns ao Corinthians que jogou com muita vontade, embora ainda não tenha mostrado a força que realmente pode atingir com um elenco tão forte.

Valeu pelo comentário. É sempre uma honra saber que vc lê meu blog.

Abração.

WAGNER BELMONTE disse...

Fernando,
juro pela Luíza: a partir de ontem estou torcendo para o São Paulo ser o campeão paulista de 2010.

Será um prazer encher a boca e dizer que o time que foi campeão perdeu os quatro clássicos que disputou.A vitória do Corinthians ontem era importante para mostrar essa ascensão tricolor e para mostrar que o Rogério Ceni tem de pendurar as luvas o quanto antes. O que ele fez? Tentou dar de manchete? Pensou que era Vôlei? Vc, que é goleiro, me explique a técnica refinada que ele demonstrou naquela defesa heróica em que a bola circunstancialmente entrou...

Em 41 anos, não me lembro de nenhum campeonato em que o São Paulo perdeu os quatro jogos disputados com os quatro grandes. Não me lembro disso em Camp. Paulista e muito menos em edições de Brasileiro.

É essa sensação de grandiosidade custe o que custar, de não termos culpa se ganhamos tudo nos últimos anos - como os torcedores do São Paulo fazem questão de dizer, que faz o São Paulo ser um time contra o qual os adversários jogam tudo o que podem.

Da minha parte, a vitória do Corinthians foi justa, merecidíssima. Não vi esse baile do São Paulo no segundo tempo. Vi um time com raça e outro sem vibração. O que tinha raça, como em Palmeiras e Santos recentemente, venceu. O outro, arrogante como sempre - como Palmeiras e Santos recentemente - perdeu.

Heresia expulsar o Washington, né? Isso não se faz. Um atentado contra os deuses do futebol.

Rubia disse...

é obvio, fernando, que um comentário idiota como esse acima só poderia vir desse Wagner. Invejoso, está torcendo para o Corinthians porque sabe que seu timinho, o ridículo peixe, deve ganhar apenas esse paulistinha e depois serão mais sei lá quantos anos na fila, como estão acostumados. Coisa de timinho pobre de títulos. Aliás, para vocês que lêem o blog agora, esse Wagner aí de cima conta os vice do Santos para chegar mais próximo dos outros clubes... hahaha. Juro que ele faz isso. Coitado.

Sérgitos disse...

Caro amigo Fernando!

Não poderia de postar no seu blog nesse dia !!!

Dizer que foi " Sorte" e sacanagem viu?? mesmo porque nossa história sempre aconteceu gols aos 48 do seg tempo durante os nossos 100 anos de historia!

Acho q a sorte não está mais com o time do Jardim Eleonor viu.. mesmo porque já tem tempo que nem os classicos vcis conseguem ganhar mais..
Um time fraco na frente , W9 RIDICULO em campo.. Ceni de um tempo para cá o que chuta no gol é gol e vc sabe muito bem disso!! Porque não dar uma oportunidade para a Muralha do Bosco?
Fora isso , acho que vcis precisam de um treinador mais ousado , Muricy está no mercado ai viu...

Abs

Wagner disse...

Fernando,

a cada dia que passa, me convenço mais que o caso da Rúbia não é para terapeuta; é para uma junta psiquiátrica. Vejo muito de Alexandre Nardoni e de Ana Carolina Jatobá nas análises dela. Tenho medo que ela lance agora, só de vingança, uma boneca com a camisa do Corinthians pela janela do sexto andar.
Vcs têm razão: o São Paulo é o melhor time do mundo. Só não ganha clássicos, mas é...

Fernando Richter disse...

Rúbia,

Obrigado por entrar no blog. Você é sempre bem-vinda. Fique à vontade para comentar, criticar e até sugerir algo para este blog. Mas gostaria de pedir, de coração, que você por favor manere nos palavrões. Acho muito legal a discussão, mas quando passa para as ofensas não é legal.

Muito obrigado amiga Rúbia.


Sergitos,

Em relação ao futebol apresentado, não posso dizer que foi o pior jogo da equipe do Morumbi. É verdade que o tricolor está sonolento demais, e demora muito para pegar no tranco na partida. Mas ontem foi "SIM" uma sorte para o Corinthians.

Que o timão costuma marcar gol aos 48 minutos, isso realmente não é novidade nenhuma, mas no caso de ontem o gol foi "contra", numa infelicidade absurda.

Se eu tiver que criticar o São Paulo, tenha certeza que não será somente pelo jogo de ontem, mas por uma possível campanha ruim da equipe no Paulista e na Libertadores.

Muita coisa tem de mudar, inclusive o técnico, ao meu ver, pelo menos.


Belmonte,

Quero saber de onde tirou que eu tenha falado que o São Paulo é o melhor do mundo?

rsrsrsrsrs... Querendo me induzir a palavras comprometedoras, né? rsrs

Grande abraço.

Anônimo disse...

Grande Fernandão,

Prefiro ficar alheio a tantas discussões voltadas ao nosso queridíssimo FUTE.

Meu verdão tem me deixado na mão. E o pior de tudo é que será mais um ano aguentando São Paulo, Santos, Corinthians, Inter dentre outros clubes bem estruturados.

Marco Tullyo

Acho q ta na hora de o verdão cair denovo, não acha?

raony_timao disse...

O Corinthians talvez tenha feito ontem sua melhor exibição na temporada, jogando com vontade e partindo pra cima desde o começo. Não acho que a "sorte" decidiu o jogo. O primeiro gol saiu com uma jogada trabalhada, o segundo Miranda quis sair driblando e Danilo acertou o chute, tudo bem que foi de direita, mas ele chuta bem, já mostrou isso quando jogou no São Paulo. No terceiro gol, a bola não desviou em ninguem e o rogério que acabou falhando, assim como nos dois ultimos gols do São Paulo. No ultimo lance Alex Silva quis tentar fazer um gol mais Bonito do que o Oséias, e está concorrendo. O resultado era preciso. Agora se foi sorte, que o corinthians jogue assim sempre hahaha

Grande Abraço Fernando

WAGNER BELMONTE disse...

Viram como a Rúbia desapareceu? Ela jogou uma boneca pela janela. Falaram para ela que a boneca se chamava Isabella, mas ela descobriu que se chamava Rogério Ceni. Triste, muito triste isso. Será que ela também vai para júri popular?

Rubia disse...

Fernando,

Peço desculpas se alguma vez acabei extrapolando em algum comentário. Realmente não é da minha personalidade e caráter ofender alguém. E tem mais, não vou cair mais na provocação de insignificante Wagner, santista frustrado.

Aliás, basta ler o blog dele para perceber o quanto ele é machista, preconceituoso e irônico.

Continuo lendo o seu que é mais informativo, mesmo não escondendo o seu gosto pelo São Paulo.

bjssssss

Fernando Richter disse...

Amigo Raony,

Não estou contestando o futebol do timão. Realmente jogou demais. Mas o gol da vitória foi sorte sim, como eu disse no título do post "fator sorte faz parte"

WAGNER BELMONTE disse...

O São Paulo perde os quatro clássicos e eu que sou insignificante. kkkkkkkkkkkkkkk
Como a Rúbia tem senso de humor.
Conta a do português agora, Rúbia. Depois, por favor, a do papagaio, fechado?
Enquanto vcs acharem que o timinho de vcs, essa legenda de aluguel que tem um golerinho capanga é time, vcs vão ficar no vácuo. Ué.. não era o São Paulo que não perdia dois jogos seguidos e que seria campeão brasileiro no ano passado? Vcs não falaram que estavam afônicos de gritar "é campeão"? Perderam para Botafogo e Goiás, esqueceram? E viram o Flamengo, hexa na bola, ser campeão brasileiro. Dignidade é ganhar respeitando o adversário. Isso vcs não sabem fazer. Acho que nunca souberam, mas tomara que comece um grande jejum.