sábado, 17 de outubro de 2009

Vexame no Morumbi


O São Paulo perdeu para o Atlético-MG dentro de casa, jogando um terrível futebol e possívelmente dá adeus ao título. A torcida, em bom número - mais de 25 mil -, deixa o estádio bastante desanimada

Logo no primeiro minuto de hoje - isso mesmo, no primeiro minuto - Ricardinho bateu uma falta na linha de fundo pelo lado direito e a bola passou pelos três zagueiros do São Paulo, que pareciam estar caçando moscas, e caiu no pé de Diego Tardelli que, sozinho, rolou para dentro do gol, sem nenhuma dificuldade. 1 a 0 para o Galo.

Às vezes é bom tomar um golzinho no comecinho da partida para acordar, principalmente se tratando do São Paulo que costuma começar suas partidas sempre muito apagado.

E foi dessa forma que o Tricolor conseguiu fazer um bom primeiro tempo, atacando bastante e pressionando a equipe visitante. Com duas bolas na trave, sendo uma delas com o Washington, a equipe comandada pelo técnico Ricardo Gomes mostrava-se superior e que daria trabalho no segundo tempo. Pelo menos assim pensavam os torcedores que estavam no Morumbi. Eu era um deles. Obviamente nos enganamos.

Por não conseguir, sequer, dominar uma bola no campo de ataque, Washington foi substituído no intervalo por Borges. A ideia do técnico são-paulino era fazer com que as bolas que estavam chegando no ataque tricolor se convertessem em gols, já que o camisa 9 não fez esse trabalho no primeiro tempo.

Mas eu pude presenciar ao vivo o pior jogo do São Paulo dentro do Morumbi, no ano de 2009. O segundo tempo foi a coisa mais terrível que um torcedor que vai ao estádio, num sábado com chuva, pode assistir.

A equipe do Galo não fez nenhum chuta a gol durante a partida inteira. Não porque tenha jogado mal, mas porque conseguiu impor um esquema de marcação que neutralizou o time do São Paulo e apenas administrou a partida.

Márcio Araujo e Ricardinho, ambos do Galo, foram na minha opinião os melhores em campo.

Com a vitória, o Atlético toma o lugar do São Paulo, assumindo a segunda colocação da competição, com 50 pontos. O que aumenta a esperança do torcedor atleticano de conquistar o título nacional. Se bem que não consigo confiar numa equipe comandada por Celso Roth.

Para o São Paulo, que se mantém com 49 pontos, o título já era! Vai precisar lutar bastante para manter-se no G-4 e garantir uma vaga na Libertadores do ano que vem.

Amanhã as primeiras colocações da tabela podem sofrer outra alteração. O Palmeiras joga em casa contra o Flamengo e mesmo se perder continua na liderança da comptição. Mas se o Internacional, que joga contra o Fluminense, no Maracanã, vencer, assume a segunda colocação e poe o São Paulo na quarta posição.

Só falta o Verdão retribuir, mais uma vez, a ajuda do São Paulo...
Não, acho que dessa vez não. Seria demais, né?

Foto: www.globoesporte.com

2 comentários:

Alberto disse...

Horrível, Horrível...

Quero ver agora alguém dizer que foi por causa da falta de torcida, que a torcida abandona o clube. Quero ver.

como você falou, Fernando, foram mais de 25 mil torcedores numa noite de sábado com muita chuva em são Paulo.

Grande abraço e ÓTIMO TEXTO!

Fernando Richter disse...

Toda razão Alberto.

E tem mais. Acabo de ler o blog do "grande" Juca Kfouri e lá diz que foi pênalti no Dagoberto, ou seja, mais uma vez o São Paulo prejudicado por arbitragem! Não vi os lances na televisão ainda, mas acredito muito no que Juca diz.

Abs