quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Ou acorda ou então...

O São Paulo conheceu ontem sua primeira derrota na Taça Libertadores da América. O tricolor do Morumbi fez um primeiro tempo impecável e abriu o placar com o capitão Rogério Ceni, em cobrança de falta. Aliás, esse gol o tornou o artilheiro da equipe em Libertadores, superando Muller, Pedro Rocha e Palhinha.

O empate e a virada dos donos da casa vieram na segunda etapa. Dentro de campo, o tricolor foi superior e provou que tem mais time para conseguir, inclusive, buscar a liderança do grupo 2, mas cochilou em determinado momento da partida e foi surprendido por cometer duas falhas que foram fatais.

O primeiro gol decorreu de um erro absurdo de Marcelinho Paraíba ao tentar, no campo de defesa, recuar a bola para Jorge Wagner e acabou perdendo para Santoya que cruzou perfeitamente para Uribe empatar. E cá entre nós, Marcelinho Paraíba não fez nenhuma boa partida desde seu retorno. Não seria o momento de sacá-lo? Muitos jogadores só acordam depois de "comer um pouco de banco".

Agora, é impossível não dar uma "cornetadinha" em Washington. Aos 24 minutos do segundo tempo ele recebeu um passe perfeito de Cléber Santana, de frente para o gol, mas, como sempre, disperidçou a melhor oportunidade do São Paulo e, quem sabe, a chance de vencer a partida, chutando a bola em cima do goleiro colombiano.

"Quem não faz, toma", já dizia meu "sábio" avô. O Once Caldas foi à luta e, em outro erro, dessa vez de Miranda, os colombianos viraram.

Agora a situação é mais complicada. Nas próximas partidas, é vencer ou vencer!

Foto: Globoesporte.com

8 comentários:

Rubia disse...

Olá Fernando,

Tudo bem?

Não me lembro se já disse, mas adoro seu blog.

Você tem razão, o tricolor jogou muito bem, mas por alguns pequenos erros e cochilos acabou cedendo a virada!

Ainda é cedo para dizer algo de bom ou ruim, mas acredito muito no entrosamento da equipe para a próxima fase.

Beijos

Rafael Italiani disse...

Olá, Fernando. O SPFC, ontem no primeiro tempo, conseguiu demonstrar padrão de jogo. Quanto a isso tudo bem, é jogar o feijão com arroz e confiar na qualidade do elenco. E olha que saímos na frente jogando com um a menos, já que o Marcelinho Paraíba, que atende pelo apelido de 'Menos Um', não estava em campo.
Ok. O time pode apresentar padrão e jogar com qualidade, o que não me convence é atitude do time. Sim, pipoqueiros.

1 - O SPFC não ganha um clássico há tempos.

2 - O SPFC foi eliminado por times brasileiros nas últimas Libertadores.

3 - O SPFC perdeu jogos decisivos no ano passado para o quase rebaixado Botafogo, o irregular Goiás e deixou escapar uma vitória importantíssima contra o Flamengo.

Time pipoqueiro.

Se um time não consegue ganhar clássicos, perde jogos decisivos e mostra padrão de jogo por apenas 45 minutos, não leva a Libertadores.

O SPFC e seu torcedor gostam de falar que o paulistinha não presta. Ok. Então pra quê lutar pela classificação para a semi-final? Para ser campeão, certo? Errado, para pipocar.

Time de pipoqueiro não ganha a Libertadores, muito menos o paulista. E não adianta comemorar goleada em cima do Barueri achando que o time está se acertando. Tem que ganhar do Corinthians! Tem que ganhar clássico, caso contrário ganharemos novamente a fama de amarelões e pipoqueiros entre os adversários.

Fernando Richter disse...

Oi Rúbia,

Obrigado pelo comentário. Você é sempre bem-vinda.

Rafael,

Concordo com você. Se uma grande equipe não ganha clássico, deixa a desejar.

Realmente vencer apenas jogos sem importância, embora de goleada, é tapar o sol com a peneira.

Sim, chega de dar mole. Está na hora de começar a vencer ou se não será o segundo ano comemorar títulos. E isso é ruim. Não é o normal para o torcedor do São Paulo.

Domingo o Fernandinho estreia e quem sabe ele possa dar uma alegria pra gente, porque confiar no Washington é jogo duro.

Abs e seja sempre bem-vindo.

Fernando Richter disse...

Grande Fernandão,

Faz tempo que não passo por aqui. Cara, fica tranquilo. Vocês estão preocupados por causa de uma derrota? Pior é meu verdão que nem na Libertadores está. Isso revolta.

Abração,

Marco Tullyo

Fernando Richter disse...

Valeu Marco pelo e-mail. Pode mandar sempre que quiser, eu coloco aqui depois, como fiz na mensagem acima, mas seria legal que você postasse o comentário direto no blog, eu prefiro... Grande abraço

Rubia disse...

Não acho que o São Paulo seja pipoqueiro não... Acho sim que falta mais vontade alguns jogadores. Falta também um comandante de mais pulso.

Anônimo disse...

Ok Fernandão.

Aqui estou novamente. Mandarei os comentários por aqui então. É que vi outro dia você dando um bronca num cara que postou anonimamente e eu fiquei com medo de não dar o exemplo. Rsrs. não tenho blog, meus posts serão sempre anonimos ok?

Marco Tullyo

Fernando Richter disse...

Marcão, um conselho, meu amigo: crie um e-mail no Gmail que você passa a assinar seus comentários...

Abs