terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

"Vai cair como uma luva"

Depois de tantas especulações e até de uma possível desistência do presidente do São Paulo, Cicinho definitivamente acerta com o clube do Morumbi.

Nas primeiras negociações verbais, Juvenal Juvêncio havia declarado que estava descartada a possibilidade do lateral-direito fazer parte do elenco de Ricardo Gomes nesta temporada de 2010. Segundo o presidente são-paulino, Cicinho não queria abrir mão de um salário que propôs ao clube e tinha esperança de se acertar no Roma (Ita).

Alguns dias depois, esse acerto do jogador com o clube italiano não aconteceu e assim se iniciou uma nova conversa entre São Paulo, Cicinho e Roma.

Durante o clássico de domingo (7) entre São Paulo e Santos, o repórter da Tv Globo, Ivan Moré, chegou a anunciar que um nova negociação entre o jogador e o clube brasileiro estaria em 99% de se concretizar na contratação do atleta.

Ainda ontem, alguns sites esportivos confirmaram a informação e até disseram que Cicinho poderia desembarcar em São Paulo nesta noite de terça-feira.

A reunião acabou há pouco, às 13h (horário de Brasília) na Itália e ficou definido o retorno de Cicinho ao tricolor paulista. O contrato valerá até dia 30 de junho, mas caso a equipe do Morumbi chegue à final da Libertadores um novo acordo poderá ser acertado para mais três meses.

Cicinho terá um salário de R$ 250 mil por mês que será dividido entre o São Paulo e o Roma e sua apresentação na equipe deverá acontecer na tarde de quinta-feira, no CT da Barra Funda.

Ótimo negócio para ambos. Para Cicinho, é a chance de mostrar o bom futebol que não vinha apresentando no Roma nas poucas oportunidades que lhe foram dadas. Para o São Paulo, nem se fala. Havia uma carência tremenda no setor direito. Desde a saída de Ilsinho para o Shakhtar Donetsk (UCR) em 2007, ninguém conseguiu se firmar na posição. Passaram por alí jogadores como Reasco, Jancarlos, Éder Sciola, Joilson, Rafael, Zé Luis e Adrian Gonzalez. Atualmente a posição era composta por Jean, que na verdade é um volante, mas que "quebrava o galho" do técnico tricolor.

Cicinho diz que está "vivendo um sonho" ao retornar para a equipe que o projetou no futebol mundial. Sua passagem pelo São Paulo (em 2004 e 2005) foram bastante promissoras. Venceu uma Libertadores e um Mundial de Clubes.

"Não é de hoje que gostaria de voltar ao Sâo Paulo. Estou voltando para a minha casa, onde vivi a melhor fase da minha carreira", disse Cicinho após a reunião que decretou seu retorno.

O São Paulo foi uma das equipes que melhor contratou para essa temporada. Isso é inegável. O fato é que Ricardo Gomes ainda não encontrou a melhor maneira para escalar sua equipe. Individualemente falando, todos os setores estão preenchidos com bons jogadores. A única dúvida que ainda me resta é em relação ao ataque.

Washington é lento, enquanto Dagoberto é sem objetivo. Já o Roger é um verdadeiro pavor. Quando ele está jogando, a torcida pode esperar o pior. Ele é jogador para clube pequeno. Não deu certo uma vez e não será agora que vingará. Minha esperança é que Marcelinho (meia-atacante) possa fazer dupla com Fernandinho (que ainda não estreou porque se recupera de cirurgia no joelho).

A equipe que eu escalaria é: Rogério Ceni; Miranda, Xandão e Alex Silva; Cicinho; Richarlyson, Hernanes, Jorge Wagner e Marcelinho Paraíba; Fernandinho e Washington (aqui é por falta de opção).

Aposto num bom grupo do São Paulo, basta Ricardo Gomes fazer o "feijão com arroz".


3 comentários:

Rubia disse...

Concordo com você, Fernando.

O São Paulo necessitava, e com urgência, de um lateral-direito.

O trio de ataque atual também não me agrada, mas acho que o Dagoberto ainda pode render. Não acha?

Não gosto do Ricardo Gomes. Começou mal ao tirar o Ceni de cobrador oficial de pênalti. Isso vai feder.

bjs

Fernando Richter disse...

Oi Rubia,

Eu não gosto de nenhum deles. O dagoberto não é o pior, porque tem o tal do Roger que é absurdamente "grosso". Mas eu não consigo ver algo de bom no Dagoberto. Teve muito tempo pra mostrar futebol. Chega!

Obrigado pelo comentário,
Volte sempre.

Rafaela Andrade disse...

olá! td bem? Eu gosto do Dagoberto, só acho que ele precisa ser mais regular, mas que um lateral direito é coisa urgente, isso é. Que bom que deu certo.
Outra coisa: nossa zaga anda uma vergonha de tão mal postada, o Ricardo precisa arrumar isso, já.
Beijos!