domingo, 3 de outubro de 2010

Coragem: Carpegiani é o novo técnico do São Paulo

Nem Luxemburgo, nem Zico, nem Silas, nem quem quer que seja. Paulo César Carpegiani é o novo treinador do São Paulo Futebol Clube. Acredite.

No começo da sexta-feira eu havia dito isso em primeira mão, quando a imprensa de São Paulo nem sonhava com isso. E não estou dizendo que é furo jornalístico meu, longe disso. Um leitor deste mesmo blog havia me informado que a notícia sobre a negociação estava rolando nas ruas paranaense. Teve gente que disse que eu estava louco.

O anúncio aconteceu hoje, no site oficial do Atlético Paranaense.

Uma atitude bastante ousada de Carpegiani, que deixa o clube do Paraná na quinta colocação, com reais chances de classificação à Taça Libertadores da América de 2011, para assumir uma equipe afundada na crise e que deve brigar para não cair neste Brasileirão.

Carpegiani se despede amanhã de manhã do Furacão, pois na parte da tarde já se apresenta no Tricolor do Morumbi.

Juvenal Juvêncio está soltando rojões. Primeiro porque trouxe um comandante que já passou pelo clube há alguns anos. Segundo que conseguiu um técnico cujas características se encaixam perfeitamente no perfil que o clube buscava. Sem contar que escapou da pressão e da responsabilidade de ter de trabalhar com Vanderlei Luxemburgo.

O novo treinador deve enfrentar o Vitória, na próxima quarta-feira, na Arena Barueri.

Será que Carpegiani se arrependerá? Será que o São Paulo deslancha? Quais serão os futuros de São Paulo e Carpegiani?

4 comentários:

Rafael Leal disse...

CoraGem é com G e o São Paulo está mal, mas não lutará para não cair !! Qualquer um tem blog: Não precisa mais de diploma para ser jornalista né ??

Fernando Richter disse...

Caro Rafael.
Obrigado. Erros acontecem. Não estou querendo justificar, mas é que eu havia mudado o título. Estava num terrível dilema em deixar CORAJOSO ou CORAGEM. Devo ter mudado umas trinta vezes o título. O que não justifica, como já disse, a falha grotesca.

Sobre o São Paulo: Ele já está lutando para não cair.Está em 11ºlugar, com 35 pontos, apenas 9 pontos da zona de rebaixamento, ou seja, são apenas 3 jogos de diferença. Se continuar nessa toada, além de não ser campeão e não classificar para a Libertadores, cairá para a segundona.

Lembrando que isso é uma opinião (já que é um blog opinativo) sobre a situação de um clube que não consegue ganhar sequer do Goiás.

Volte sempre no Papo de Bola com Fernando Richter. Será sempre bem-vindo

Abs,

Rubia disse...

Eu lembro quando você disse que o Carpegiani viria para o SP. E a volta dele pode ser boa, quem sabe a gente consigo se manter aqui na 1ª divisão. A situação ta brava.

E sobre o tal Rafael que comentou acima, acho que ele poderia ter sido mais educado com você. Leio seu blog quase que diariamente e dificilmente vejo um erro. E errar é humano! Quem nunca errou q atire a primeira pedra.


Um beijos a você.

Rubia.

Fernando Richter disse...

Oi Rubia.

Obrigado pelo comentário.

Sobre o Rafael, fique tranquila. De certa forma ele tem razão. E são pessoas como ele que nos faz revisar melhor nossos textos e melhorar a cada dia.

Obrigado pelo comentário de vocês.