quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Vergonha em "preto e branco"

Nunca, na história da Libertadores da América, uma equipe brasileira deixou de se classificar na fase "pré" da competição. O Corinthians conseguiu essa proeza.

Confesso que há tempos não assistia a uma partida profissional tão medonha. Em determinado momento, pensei estar assistindo a um jogo de várzea.

Se o Tolima exagerava nos erros de passe, o Corinthians fazia o favor de retribuir.

Logo na entrada ao campo, os sinais de nervosismo e tensão estavam estampados no rosto dos jogadores. Não havia uma expressão de otimismo, um sinal esperança. Já entraram derrotados, como se a tragédia já estivesse anunciada.

Durante a partida, a equipe se manteve apática, como no Pacaembu. Faltou vibração.

O Corinthians enfrentou um time horrível e fez questão de se igualar tecnicamente a eles. Foi o pior jogo do clube desde a chegada de Ronaldo.

Por falar nele, creio que sua fase como jogador tenha acabado junto com o sonho de conquistar uma Libertadores, ainda como atleta, que fique claro. Quer dizer, atleta ele não é há muito tempo. Está completamente fora de forma, longe do perfil de um "atleta".

E, além dá má formação que Tite deu à equipe, outro grande erro é que o Corinthians joga em função do Ronaldo. E todo time que mantém essa ideologia perde a identidade. Futebol foi, é e sempre será "coletivo".

Oras, se jogar em função de apenas um "atleta" já é complicado, imaginem apostando num cara que está no mínimo quase o dobro do peso.

Às vezes acabo acreditando que certos clubes não nasceram para determinadas competições, assim como certos jogadores não nasceram para vestir a camisa da seleção Brasileira.

Para o Corinthians, o ano acabou. Nem mesmo o Paulista e o Brasileiro podem salvar o barco que se afundou com a âncora alvinegra. A frustração é tamanha.

Quero ver qual torcedor terá a coragem, misturada à cara de pau, de dizer que "alguns vivem de títulos, nós vivemos de Corinthians"...


Tristeza misturada à vergonha

Um comentário:

alexandre disse...

muitos vivem de titulos ,,,,
mas nos vivemos do corinthians
e nao importa libertadores nao imorta campeonato nenhum o ke emporta é o corinthaisn existir

#vaicorinthians