domingo, 9 de agosto de 2009

Reação Tricolor


Ontem cheguei a comentar que o jogo que marcaria a 18º rodada do Campeonato Brasileiro seria entre São Paulo e Goiás, no Morumbi.

Falei isso pela ascensão das duas equipes ns competição. Simplesmente por isso.

A partida teve início às 18h30 (Brasília), mas às 17h eu já estava dentro do estádio, acompanhado pelo meu irmão e minha cunhada, observando a chegada da torcida São-paulina.

Antes mesmo de chegar ao Morumbi, comentei com meu irmão que essa partida traria no mínimo 25 mil torcedores e no máximo 30 mil. Foram 28 mil torcedores pagantes. Cheguei muito perto.

Outro comentário foi sobre o fato de o São Paulo mudar tão rápido de postura, pois nesse mesmo campeonato, ainda no comando de Muricy, eu vi o tricolor chegar muito próximo da zona de rebaixamento. Algo não estava certo. Nem poderia estar certo. Como uma equipe que havia conquistado um Brasileirão no ano anterior de repente caiu tanto de produção? Ninguém sabe. Há quem diga que foi um boicote dos jogadores para derrubar o técnico. Prefiro não acreditar nisso.

Não nego a minha paixão pelo São Paulo. Isso todos sabem. Mas também nunca fui parcial ao falar do time do meu coração. Assim sendo, critiquei muito a forma como o São Paulo estava jogando. Principalmente a falta de vontade dos jogadores Hernanes, Jorge Wagner, Washington, Dagoberto e companhia. E se a situação era ruim, ficou muito pior ao perder Rogério Ceni - por contusão - e o técnico Muricy Ramalho - que foi demitido do cargo. Era o começo de uma fase ruim que parecia não ter fim.

Mas como eu já disse muitas vezes neste blog, o futebol é como uma caixa de surpresas. Do mesmo jeito que o São Paulo caiu de uma hora para outra, subiu como um foguete.

Hoje, no Morumbi, aconteceu não só a melhor partida da rodada, mas a melhor do Campeonato Brasileiro até o momento.

O São Paulo parecia uma máquina e começou a partida a todo vapor. Nem na brilahnte campanha dos anos anteriores em que conquistou o campeonato (2006/2007/2008) eu vi um time com tanto brio como o de hoje. Nesta partida, sobrou vontade, garra e determinação por parte dos atletas tricolores.

Só no primeiro tempo, foram duas bolas no travessão do goleiro Harley - Richarlyson e Junior César.

A pressão foi do começo ao fim, mas somente no finalzinho do primeiro tempo é que Washington, após receber um ótimo cruzamento na pequena área, cabeceou para o fundo da rede, abrindo o placar.

Mesmo com todo o domínio do tricolor na partida, pensei que o segundo tempo seria um pouco diferente, com o Goiás atacando muito mais que o São Paulo. Esperava um tricolor recuado e jogando nos contra-ataques. Me enganei. Assisti a uma equipe muito diferente daquilo que estava acostumado.

O São Paulo não parou um só minuto. Até ampliar o placar com um gol de Jorge Wagner - bastante merecido por tudo que fez no jogo. Mas mesmo vencendo por 2 a 0, o domínio da partida continuou com o time da casa.

Se a equipe deu um show dentro de campo, a torcida fez sua parte cantando sem parar, até mesmo quando Bruno descontou para os visitantes.

Geralmente, uma equipe vencendo por 2 a 1 tende a se fechar e segurar o resultado. Mas hoje o São Paulo não queria apenas ganhar, mas sim mostrar a todos que a boa fase voltou e que os jogadores criticados no inicio da competição são competentes e capazes de reerguer a equipe. Embalado pelos grites da torcida, Borges fez o trerceiro para o Tricolor.

Hernanes, Jorge Wagner, Dagoberto e Richarlyson fizeram uma partida impecável. Aliás, mais uma. Mas os destaques dessa vez, na minha opinião, ficaram para Miranda, que foi incrível em desarmes que poderiam resultar em gol do Goiás, e Júnior César, que "comeu a bola". Digamos que ele estreou hoje no São Paulo. Fez uma partida inacreditável.

A partida terminou 3 a 1 para o São Paulo, que assume a 4º colocação, com 30 pontos. E, se continuar nessa toada, devo concordar com a torcida: " O campeão voltou".

Foto: http://www.globoesporte.com/

11 comentários:

Rô Scola disse...

Boa Tarde Fê! Quanto tempo querido..
Entendo a empolgação que motivou a escrever este post, tenho apenas duas ressalvas: primeiro, é muuuito particular e emocional essa opinião de que foi o melhor jogo do campeonato brasileiro e segundo, essa mesma torcida que compareceu em bom número no estádio e que cantou o tempo todo é aquela que em todos os momentos difíceis nunca apoia, comparece e nem acredita no time.
Beeijo! Até mais...

ps- não vejo ninguém na minha frente...rs

fanaticolor disse...

legal o comentário do jogo. É uma pena que só foram 28 mil pessoas ao morumbi. Acredito que ter o são paulo no retrovisor não é bom para ninguém, já foram 12, 8, agora 5. Cuidado o Jason vai te pegar!

raony_timao disse...

Isso prova que mesmo sem Muricy no comando, o time ainda continua forte... o Muricy, é bom, mas vamos ver o que ele consegue ganhar com o Palmeiras que um elenco inferior ao do São paulo.

Fernando Richter disse...

Oi Rô
Fico feliz que tenha visitado meu blog.

Sobre o post, talvez tenha razão. Muitas vezes somos impulsionados pelo nosso emocional.

Mas mesmo sendo um São-paulino de coração, procuro sempre tratar de futebol sendo o máximo imparcial possível. E se você ler os outros post´s que fiz verá o quano isso é real. Nem na outras campanhas que levaram o São Paulo ao título eu tinha visto uma equipe tão dedicada e com tanta vontade.

Sabe Rô, tenho acompanhado esse Brasileirão mais de perto, rodada a rodada – tanto que você notará que para toda rodada eu faço uma análise pré-jogo e pós jogo de todas as equipes -, e até agora não vi uma só partida que tivesse tanta emoção como houve na partida de ontem.

Assisti a jogos de todos os tipos nesse brasileirão: jogos entre equipes que lutam para fugir do rebaixamento; jogos entre equipes que lutam por vaga na Sul-America; jogos entre equipes que buscam a Libertadores; jogos entre os primeiros colocados, disputando a ponta da tabela; jogos entre o melhores contra os piores, enfim, muitas partidas. Assisto porque, mais que um São-paulino, sou um amante do esporte.

E esse jogo teve algo a mais do que todos que assisti, até o momento, claro.

Quem não assistiu ao jogo e acompanhou apenas os melhores momentos não percebeu a qualidade técnica e tática das equipes. O futebol não é somente chutar ao gol, mas sim mostrar o quanto é necessário uma formação tática bem estruturada, com uma ótima formação no sistema de marcação. E isso as duas equipes possuem (São Paulo e Goiás).

Talvez seja muito peculiar essa opinião, mas acredito que até o momento não houve partida mais bonita de se assistir nessa competição.

Corinthians e Palmeiras tinham tudo para ter feito “A partida do Campeonato”, mas o timão sofreu um desmanche absurdo e assim o Palmeiras venceu muito fácil. Não que poderia ter perdido se o Corinthians não tivesse desmontado, até porque acho o Palmeiras o candidato número 1 ao título, mas seria muito mais disputado e emocionante. O Corinthians poderia estar na disputa ainda. Coisas do futebol!

E outra opinião: Acho que somente Palmeiras x São Paulo , que está muito próximo de acontecer – será daqui três rodadas –, é que irá superar essa partida ontem.

Adorei receber seu comentário e sua opinião. Bjs

Fernando Richter disse...

Caro fanáticolor. Ontem eu achei um barato. Os caras estão vendendo máscaras do Jason. rsrs

Obrigado por comentar,

Grande abraço,

Fernando Richter

Fernando Richter disse...

Raony,
Se analisarmos no individual, talvez o SP tenha um elenco um pouco melhor do que o Palmeiras. Mas o futebol depende do coletivo e isso o Palmeiras mostrou ter de sobra. Ainda acho o Verdão o candidato número 1 ao título.

Valeu amigo, obrigado por comentar.

Fernando Richter

Anônimo disse...

Fernandão,
Tudo bem meu chapa?
Cara, eu como Palmeirense vou concordar tanto no seu post quando falou que São Paulo e Goiás como no comentário que você disse que Corinthians e Palmeiras poderiam ter feito o jogo do Campeonato. Ah, concordo tbm que o meu time é o número 1 ao título, mas não vai ser mole não...

Obs: Quando vc vai colocar o vídeo de defesas do Marcão e o vídeo do gol do Alex em cima do Ceni? Vc tinha prometido. hahaha

Abração,
Marco Tullyo.

Rodrigo Garcia disse...

Que campeonato é esse?????
Só o Brasileirão para proporcionar isso no mundo todo.
Várias surpresas.
Será que vai embolar até o final???
Ou será que "Highlander"(São Paulo),vai querer levar de novo.
rsrsrsr
Presta atenção no meu mengão, estamos chegando devagarzinho.
Um abraço.


http://rodrigofutebolgarcia.blogspot.com(Futebol Sem Censura)

danilo dias disse...

Agora é só manter essa pegada
até o final,que seremos hepta.

Viviane Lima disse...

nao gostei da foto

Fernando Richter disse...

Rodrigo,

O Flamengo conseguiu três pontos fundamentais para pensar em retornar ao G-4. É difícil, mas pode acontecer sim. O futebol é gostoso por isso. Nunca sabemos o que vai rolar.


Danilo,

Obrigado pela visita. Se o São Paulo continuar nessa toada vai dar muito trabalho ao candidatos a levantar o caneco (Palmeiras e Inter, principalmente)


MArco,

Prometo que vou colocar os vídeos. Estou apenas esperando o momento certo para isso. Valeu?


Vivi,

Sinceramente, eu também não gostei muito da foto, mas ela é o de menos! rs

Obrigado a todos que comentaram no blog. Espero que entrem sempre.

Fernando Richter.